Seja Bem Vindo,

Queridos amigos,

Não deixe de conferir nossos posts diários e os vídeos que atualizamos semanalmente.


terça-feira, 25 de outubro de 2011

Habacuque 3: 17-18

                                                                 

“ Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto nas vides; ainda que falhe o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que o rebanho seja exterminado da malhada e nos currai não haja gado; todavia eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação.”

Quando me deparo com a situação, descrita pelo profeta, noto quão grande era a calamidade da situação. Certamente que muitos de nós, ao se deparar com fatos como esses, poderiam olhar para trás, desistir dos projetos de Deus, afinal, aos olhos humanos não havia qualquer expectativa de sucesso ou melhora.
Habacuque, eis o nome do profeta, que não só falou, mas viveu o amor incondicional a Deus.   Quão feliz o homem que ama a Deus pelo que Ele é... Vivemos em uma sociedade, que desde pequeno, somos ensinados a retribuir uma bondade, mas por poucas vezes, somos ensinados a amar incondicionalmente. O hedonismo, em seu amor próprio, tomou conta de muitos de nós e por isso, vemos atitudes que jamais poderíamos imaginar acontecesse...
Quão difícil é amar, sem que o mesmo tivesse sido provocado.  Vemos cônjuges que reclamam que seus companheiros não os tratam com amor, mas por muitas vezes não tomam essa atitude também. Filhos que não amam pais e vice-versa. Pessoas que roubam, matam por qualquer motivo, sem entender o real valor de uma alma. Nesse ponto, é que muitas vezes, resolvemos deixar de praticar o amor. Desiludidos com o mundo, pensamos ser mais fácil deixá-lo, esquecê-lo e até mesmo apagar a existência de Deus em nossa vida.
Mas, a verdadeira resposta está no amor incondicional. Que grande diferença faz alguém que ama, sem olhar as fraquezas de seu próximo, sem olhar as circunstâncias por que passa;  resolve simplesmente amar.
Esses dias fui surpreendido por um andarilho que dividia seu único prato de comida com seu semelhante...  Enorme lição, que “grandes homens da sociedade” ocupados com seus afazeres, muitas vezes não pode nos dar... Um único prato... , talvez não tivesse a certeza de um novo almoço, mas, em prol de seu semelhante, optou por dividi-lo.
Amigo, tire um pouco do seu tempo e o divida com Deus, com seus semelhantes. Não faça isso, por aquilo que pode obter de retorno, mas, faça por amar. Deus é Aquele que nos ama incondicionalmente e nos deu Jesus, em prol de uma mudança em nossa história.  Ame seu semelhante, compartilhe seu carinho, respeito, atenção. Compartilhe Jesus. Depois, somente observe, o quanto o amor incondicional transforma a sociedade e nos faz melhores.

Deus te abençoe
:: Eric Baccelli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário